Como afastar um cara em 2 dias

by

Eu costumo escrever para entender toda a confusão que se passa em mim. E eu nunca fiquei tão confusa com algo tão rápido.

Finge que isso é uma carta, aquela carta que a gente escreve quando precisa dar um ponto final em algo. E eu preciso dar um ponto final nesses 3 dias. 

Depois de muitos encontros frustados estava decidida a deletar o Tinder e esperar alguém interessante cair do céu. Tinha cansado das relações vazias, das promessas não cumpridas e das rapidinhas sexuais que não me levavam ao orgasmo.

Mas como uma boa sonhadora, dei mais uma oportunidade. E como poderia não dar, olhos verdes, sotaque gaúcho e todo um diálogo confortável. E no mesmo dia que trocamos um olá resolvemos sair. Novo na cidade, vem que eu te mostro tudo!

Tentei levar em cafés, mas estavam todos fechados. Porque não apenas caminhar? E caminhamos. Caminhamos a cidade toda, durante horas. Conversas, olhares, toques e insinuações. Meu deus, agora perece que vai.

Ele falava italiano, era petista e “fora temer”. Se dizia rápido nas coisas, assim como eu. Eu sentia que meu coração batia novamente, e eu quis me apaixonar. Porque não né? Normalmente sou tão insegura, demorada e fria. Mas eu resolvi fazer diferente, me jogar de cabeça e seja o que deus quiser.

Mas ele não quis.

o_1aomkc5naia61ggtu3snr31d0d7_new

Nesse domingo sugestões de planos futuros apareceram, que tal amanhã um cinema e uma turistada na cidade durante o dia? Ok, eu não trabalho a tarde e nós vamos.

Quer ir lá em casa agora? É claro. E foi lindo e foi intenso. Ele disse que me faria gozar. Tão determinado que eu acreditei.

Dorme aqui? Não posso. E correu.

Mal sabia eu que aquele amor que me deu esperanças de que poderia dar certo teria um prazo de duração tão curto.

E foi curto demais.

O outro dia era feriado. O céu amanheceu cinza, mas meu coração estava quente. Mensagem: chegou bem, a gente vai sair hoje? Ah, acabei de acordar e silencio. Silencio sufocante por horas.

Eu não conseguia entender: ele marcou um rolé pra hoje comigo, perguntou se eu ia mesmo, cancelei meus planos e reservei o dia todo para ele. E ele não respondia.

Fui ficando impaciente: será que fiz algo errado? será que ele só está mesmo dormindo? estou ficando paranoica. Ele fica online e não visualiza, ele visualiza e não responde.

Mandei áudios que nunca foram escutados.

Tudo bem, ele pode estar ocupado, surgiu um imprevisto, não gosta de sair de casa com chuva. Mas custava responder as mensagens?

CALMA ele disse, você não fez nada de errado. Eu só não respondo em dia de semana porque trabalho e estudo.

Ué, mas até ontem ele ainda estava procurando emprego. Até ontem “fico o dia todo sem fazer nada”. Até ontem “é chato turistar sozinho”.

 

Vocês entendem os mal entendidos? Promessa de sair, de me fazer gozar, conversa frequente no dia anterior, um até mais. Se ele queria só aquilo, porque isso?

Mas ele é fofo demais pra ser só um babaca que queria sexo. Ele foi verdadeiro demais pra tudo ser uma mentira.

Ou será que ele nunca demonstrou nada e tudo foi minha imaginação? Porque eu queria tanto que desse certo, que não poderia dar errado. Sim, eu posso ser louca.

Mas não, eu nunca me enganei quanto a isso. Olhares não podem mentir, ou podem?

Me descontrolei e mandei mil mensagens. Devo ligar? Foda-se, vou ligar agora. Chamou, chamou e caiu. As lágrimas caíram junto. Sabe há quanto tempo eu não chorava por alguém? Tanto que eu nem me lembrava da ultima vez.

Amigos me ajudem, o que eu faço? Ah ele deve ser um babaca, ah ele pode estar ocupado, vai com calma, manera, vai fundo, o que eu faço? Crise de ansiedade, aperto no peito, porque estou agindo assim?

Estava tão decidida a ser verdadeira que sinto que o assustei. Afinal, 1 semana na cidade, as coisas se ajeitando e já tem uma louca querendo entrar em um relacionamento sério.

O que nem era real. Eu fui idiota. Como ele poderia saber que eu estava sendo intensa, mas que eu sou a mais tranquila quando o assunto é relacionamentos? Que lido bem com o apenas sexo, com a amizade colorida ou com o vamos ser só amigos. Como ele iria saber sobre eu ser adepta ao amor livre, ao não ciúmes. Como ele poderia saber que eu não queria namorar, só queria deixar acontecer, porque das últimas vezes eu tinha estabelecido um “isso não vai dar em nada”. Ele não poderia saber, porque não deu tempo. Eu não nos dei tempo.

 

Afinal, se coloque no lugar, se você fosse uma pessoa nova, que conheceu uma pessoa, a pessoa se mostrasse intensa, apaixonada e impaciente depois de 1 dia de conversa, você também não fugiria? Ah, eu fugiria!

Eu espantei um cara que poderia ter ficado por muito tempo.

Mas por que? Porque foi a primeira vez que eu me apaixonei no primeiro dia, foi a primeira vez que senti que era real, foi a primeira vez que a conversa foi tão boa quanto o sexo, foi a primeira vez que eu achei que tinha sido correspondida.

Eu me apaixonei e não soube lidar. E agora me sinto constrangida por ter pressionado, criado expectativas. Afinal, se ele não sabia ainda tanta coisa sobre mim, como eu poderia saber o suficiente dele para me apaixonar?

Mas é assim, parece mesmo coisa de comédia romântica.14046109_573814446138409_1714123137650825871_n (1)

Não sou o cara certo pra ti. Não vamos levar isso em frente. Duas frases e meu coração se quebrou.

Mas eu concordo, ele não era o cara certo para aquela Amanda, nem eu gostaria de ir em frente com ela. Tanto que escrevo esse texto para deixá-la para trás.

Idiota, eu e ele. Ele, por não responder (sim, ainda fico inconformada com isso, porque se ele respondesse eu não iria entrar em pânico e provavelmente não me declararia em um ato de desespero). Ah é, porque eu me declarei, tudo que vocês leram, ele leu também. Mas de um modo mais intenso, psicótico e bem medonho.

E eu, por ser ansiosa e não deixar as coisas fluírem naturalmente, ser antecipada, criar expectativas, pressionar.

Devo desculpas pro cara por assustá-lo. Queria poder dormir e acordar no domingo, começar de novo e fazer as coisas certas. Se fosse pra acabar, que acabasse no natural, sem pressão, levemente.

Ou quem sabe poderia ter durado mesmo só aquele dia. No final um “foi legal, mas não vai rolar novamente” ou “um dia a gente se esbarra” também seriam finais dignos.

Porque eu prefiro as relações leves. Eu pesei as palavras, esmaguei qualquer possibilidade. E essas relações são como papel, depois de amassadas, elas não podem voltar ao normal.

Foi intenso pra mim. Mas pra ele deve ter sido apenas um incomodo. Me desculpa.

musing-mondrian-1500x1000

Redes sociais nos aproximam, mas tem uma capacidade enorme de mostrar nosso pior lado. Eu pessoalmente nunca seria tão louca, mas a distância do whats me deu coragem para pressionar e ser alguém que eu desprezo.

Desculpa por você ter conhecido essa Amanda.

Eu prometo, pelo bem dos que estão por vir, que ela será guardada em uma caixinha com cadeado.

Desculpa por ser tão intensa, é que não sei ser um meio termo ainda.

Desculpa por me apaixonar em um dia, é só que você é encantador, mas eu também me assustaria.

Desculpa por ter ficado brava, é que eu odiei a versão de mim que você viu, e odiei mais ainda que você mesmo assim não se apaixonou por ela.

E por fim desculpa por tantas mensagens, textos, por te colocar nessa situação e por fazer você ler isso.

É que eu to me sentindo mal demais pra deixar isso acabar assim, com você achando a Amanda louca, idiota e sufocante.

Eu sou legal, só não soube te mostrar. Desculpa e prometo não te incomodar mais (não prometo, eu sou louca).

 

Nunca fui tão sincera com o que eu sentia, da próxima guardarei tudo isso para quando for correspondida, ou esmagarei até o sentimento desaparecer.

 

Talvez você nunca leia, talvez você continue querendo viver bem longe de mim, talvez você não entenda. Mas eu me sinto mais leve depois disso, leve como deveria ter sido a nossa relação.

Mas você sabe, se eu tivesse uma máquina do tempo eu voltaria para o começo do domingo.

assinatura

4 Responses
  • Lua
    Agosto 21, 2016

    Gente que intenso! Ás vezes a gnt só que sentir, mas ás vezes, infelizmente, sentimos demais!

    • Amanda Teló
      Setembro 19, 2017

      sim, esse negócio de se rmto intenso tem seus lados bons e ruins.

  • Danilo
    Dezembro 4, 2016

    Só 💔

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *