Obrigada por dar outros tons a minha vida.

by

Esse texto eu não vou te enviar, porque de certa forma você sabe de tudo.. Então, se um dia você vier me visitar por aqui, você verá. Mas vamos lá. A intenção nunca foi tornar isso um relacionamento sério. Na verdade não tinha intenção alguma.

Retribui seu super like, afinal, achei bonito. Nosso primeiro papo fluiu tão rápido que me surpreendeu, mas após trocar de rede social, esfriamos. Mas você não desiste fácil, não é mesmo? Ainda bem.

Recomeçamos e nos encantamos. Não lembrava que era possível trocar tantas mensagens com alguém, ou me sentir tão empolgada com assuntos aleatórios. Muito menos mandar áudios de 3 minutos falando sobre letras machistas de músicas sertanejas e receber de volta um áudio de 2:30 problematizando mais.

Discordamos, concordamos, concordamos em discordar. Tudo flui de uma maneira tão natural que simplesmente é. Isso, o que nós sentimos simplesmente é, sem esforço, sendo apenas nós mesmo, sendo transparentes, sem joguinhos de desinteresse.

Você me faz sentir aquela coisa que eu sentia falta, a leveza do sentir algo sem sentir medo. Do conversar sem precisar forçar. Do estar longe e de alguma forma estar perto. Do estar perto e aquilo bastar.

É engraçado que uma semana antes de você surgir, me esquivei de algo que tentava ser exclusivo. E agora com você, isso não precisa ser pedido, somente é, porque os outros não tem nem ⅓ da graça que você tem, então pra que?

 

Só queria ter mais sábados.. Mas é aquele lance: quem sabe um dia né?
Obrigada por dar outros tons a minha vida.

amanda-telo

No Comments Yet.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *