economizar-viajando

Como economizar bastante na viagem e fora dela (Parte 1)

Acabei de chegar em casa pós mochilão, fui contabilizar meus gastos e vi que deu para economizar bastante na viagem. Ao todo foram 3 meses de viagem e menos de 1000 reais de gasto (contato comida, hospedagem e transporte). Sim, MIL REAIS por três meses viajando no sul do Brasil (Santa Catarina e Rio Grande do Sul). Nesse post eu vou falar dos meios pra gastar menos na viagem, mas to preparando o post 2 com dicas para fazer ela de graça, então se inscreve na newsletter que eu prometo que logo tem conteúdo pra mudar sua vida de viajante aqui.


Então vamos as dicas de ouro para economizar na viagem!

Na hora de planejar

O começo é o planejamento, então nesse passo talvez você tenha que comprar sua mala, sua mochila ou só as passagens. A dica aqui é sempre SEMPRE utilizar sites de cashback e cupons de desconto. O Meliuz é sem dúvidas meu preferido, ele tem parceria com o Clickbus (hoje tá dando 1,5% de dinheiro de volta) e sempre tem outros cupons de desconto. Além disso vale dar um Google e ver se encontra outros códigos de desconto (nem sempre o Meliuz tem todos).

 

Pra fazer reserva da hospedagem

Booking: o booking é um site de reserva de hotel , hostels, pousadas e afins. Dentre todos os sites de reserva ele possui a melhor organização, ou seja, com ele é muito fácil encontrar o hotel ideal (me senti na propaganda do Decolar kkk). Uma coisa sensacional nele é o cashback de 100 reais na primeira reserva, então caso ainda não tenha conta lá, você tá tendo uma oportunidade única de economizar horrores na sua próxima viagem. Aproveita aí!

 

Airbnb: o airbnb surgiu nessa onda de colaboração, ele é uma plataforma que aproxima pessoas com quartos/casas livres que querem alugar para pessoas interessadas. Então é como se fosse um hotel, mas você fica em quartos comuns e isso reduz drasticamente o preço da viagem. Sem falar em todas aquelas vantagens de poder fazer sua comida (e economizar ainda mais) e afins. Ele também trabalha com desconto de 179 na primeira viagem, então aproveita aí!

 

Um tempo atrás eu diria não reserve hotel sem o intermédio de sites de reserva, pois sairia muito mais caro. Mas depois de algumas experiência agora eu digo: depende. Se você vai em uma cidade pequena, por exemplo, talvez não encontre Airbnb e nem o hotel no Booking, então vale dar uma ligada (eu sei, nossa geração odeia falar ao telefone) e negociar. Uma vez fui em uma viagem de família e queria só dormir no local, então pedi pra retirarem o café da manhã e me deixar em um quarto sem ar-condicionado, resultado: o hotel saiu quase pela metade do preço.

 

E o transporte?

Falei ali encima sobre o Meliuz e o Clickbus, mas o transporte não para por aí.

Blablacar: pegar carona com estranhos agora é possível e seguro. O Blablacar vem com essa proposta, e nesse mochilão foi o que eu mais usei. Caronas que saem pela metade do preço da viagem de ônibus, muito mais rápidas e ainda com possibilidade de fazer grandes amizades. O app tem função de avaliação e o perfil dos usuários, lembrando até um Uber. Contei mais da minha experiência aqui nesse vídeo.

https://www.youtube.com/watch?v=XDVeLJlh7Kw&t=19s

Buser: eu AMO as novas ideias e essa não podia ficar de fora. Os caras tiveram a ideia de fretar ônibus e criar grupos pra dividir o custo disso por viagem, tornando os trechos até 60% mais baratos do que andar de ônibus convencional. Infelizmente ainda não tem em todo Brasil, mas se você é sortudo e tem na sua cidade, cadastra lá. E sua primeira viagem pelo app sai por 10 REAIS (POIS É) e também tem o sistema de desconto por indicação. Vale demais conferir.

 

Tô nela, ainda posso economizar?

Claro que pode! Eu vou falar novamente sobre cupons de desconto, porque tem uma coisa muito massa nisso: quem trabalha com cupom geralmente dá coisa de graça (ou muito desconto) no primeiro uso.

Então se você está em uma cidade diferente, dá uma olhada nos meios de transporte que tem nessa cidade e ainda não na sua. Como por exemplo o Uber, Cabify e 99.

E vale dar uma olhada em sites de compra coletivas (sim, eles ainda existem), lá sempre tem alguns cupons pra comida, como groupon e Peixe Urbano.

 

Com essas dicas eu já tenho certeza que sua economiza na viagem e na vida já será bem significativa!

E vocês, quais as suas dicas pessoais de economia?

Me acompanhe das redes sociais:  Instagram Facebook Youtube Beijos.

Post atualizado em 08 de maio de 2019.

 

LEIA OUTROS ARTIGOS

A gente sempre merece mais uma chance

Era 16 de dezembro de 2017 quando eu apertei o REC da câmera porque queria tentar. Tentar ser eu, tentar continuar, tentar mudar. Só sobreviver não tava sendo uma boa escolha. Então eu arrumei minhas malas, saí

O futuro é fluido

Escute esse post  Olá, meu nome é Amanda e eu gosto de tudo. Acho que isso se desenvolveu quando eu decidi blogar lá em 2010, naquela época como um hobbie mesmo. Aí eu tinha que fazer

Inquieta

Hoje eu acordei inquieta. Geralmente quando me sentia assim eu escrevia, mas já faz tanto tempo que eu nem sei mais se sei fazer. Será que escrever é como andar de bicicleta? Vamos descobrir.      Acordei

DEIXE SEU COMENTÁRIO

20 respostas

  1. É muito bom se planejar com atencedencia e tb pesquisar bastante todas as opções, realmente vai fazer uma diferença no orçamento no final das contas.
    Essa de usar cupons é uma boa dica, nunca tinha pensado antes ^^

  2. Gosto de comprar no cartão porque o troco quebrado é descontado certinho. Sim, sou capricorniana e choro lágrimas de sangue quando não me devolvem os R$0,03, hahahaha. A longo prazo esse número aumenta né non?
    Mas quando o desconto é bom no cash não tem como dizer não!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CAMINHOS ALTERNATIVOS E OUTRAS HISTÓRIAS

INSTAGRAM

Feito com ❤ por Amanda Teló

pt_BRPortuguês do Brasil
en_GBEnglish (UK) pt_BRPortuguês do Brasil